Saúde

Secretário diz que ninguém investiu tanto em saúde como o governo: "Revolução"

O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas, foi entrevistado por José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (21), e falou sobre a inauguração do Hospital Geral do Estado 2 (HGE 2). Com um investimento de quase R$ 100 milhões, a unidade de saúde deve receber novos pacientes para internação e cirurgias a partir da terça-feira (27), segundo o secretário. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Secom

Por Gabriel Nascimento no dia 21 de Setembro de 2016 ⋅ 09:41

O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas, foi entrevistado por José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (21), e falou sobre a inauguração do Hospital Geral do Estado 2 (HGE 2). Com um investimento de quase R$ 100 milhões, a unidade de saúde deve receber novos pacientes para internação e cirurgias a partir da terça-feira (27), segundo o secretário. "[O HGE 2] tem 14 mil metros de área construída. É maior que o HGE. São 11 novas salas de cirurgia, 161 leitos, sendo 40 UTI para adultos, mais 10 de UTI pediátrica, um centro de queimados — um dos mais modernos do mundo — teremos lá um centro cirurgico exclusivo para transplantes", afirmou.

"Enfim, toda uma área dedicada, humanizada ao atendimento do paciente, principalmente o pediátrico. [Os investimentos começaram] no governo Wagner. Recebemos o hospital, precisamos fazer alguns ajustes e iremos entregar na segunda", acrescentou.

Ainda de acordo com Vilas Boas, "a quantidade de investimentos na saúde por parte do governo nos últimos 9, 10 anos não se encontra" em outro estado. "A revolução tá sendo feita. No governo Wagner, se construiu hospitais no interior do estado. Rui Costa quando assumiu ele compreendeu que, havia uma concentração de serviços de saúde muito grande na Região Metropolitana de Salvador e iniciou um grande projeto que vai mudar a realidade da saúde do estado, que é regionalizar a saúde em todo o estado", finalizou.

No início da semana, a estrutura do HGE 2, recebeu uma visita de representantes do Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb), da Associação Bahiana de Medicina (ABM) e do Ministério Público da Bahia, que a aprovaram.

 

Notícias relacionadas

[Número de detecções de Aids cai 16% no Brasil]
Saúde

Número de detecções de Aids cai 16% no Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 27 de Novembro de 2018 ⋅ 12:00 em Saúde

De acordo com o Ministério da Saúde, queda nos índices se deve à ampliação do acesso à testagem e à redução do tempo entre o diagnóstico e o início do tratamento da doenç...