Saúde

Diretor do HGE comemora avanços na Bahia: "Quem ganha é o paciente"

O diretor do Hospital Geral do Estado, André Luciano Andrade, falou em entrevista à Radio Metrópole, sobre a inauguração do HGE 2, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (26). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Milene Rios e Matheus Morais no dia 26 de Setembro de 2016 ⋅ 09:29

O diretor do Hospital Geral do Estado, André Luciano Andrade, falou em entrevista à Radio Metrópole, sobre a inauguração do HGE 2, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (26). Ele que, contando com o tempo de estudante, completa 40 anos de trabalho prestado ao HGE, comemorou os avanços para a saúde na Bahia, com a nova unidade que será referência em cirurgia geral, UTI pediátrica e transplante no estado. 

“Tive toda minha formação de residente e interno no Hospital Getúlio Vargas. Há 27 anos nós mudamos para o HGE. Quando assumimos a direção em 2003, vimos que o HGE, pelo aumento da população, já estava ficando pequeno. O HGE é referência em trauma ortopédico, por exemplo. Toda emergência do hospital será atendida no HGE 1, o HGE 2 estamos chamando de hospital de retaguarda, atendendo a agressão, acidentes de moto, etc. Então, resolvemos pensar e ampliar, contamos com o governo e conseguimos fazer um hospital com 14 mil metros, um andar inteiro de centro cirúrgico, uma UTI pediátrica que não tinha no HGE. Transferimos a ala de queimados com um avanço de mais quatro salas. O governador investiu toda a tecnologia de ponta no HGE 2. Nós vamos para quase 400 leitos. Os oito leitos de cirurgia pediátrica é uma avanço para a gente. Vocês podem imaginar os ganhos para os pacientes”, comemorou o diretor.

Notícias relacionadas