Saúde

Aplicativo que registra focos de Aedes aegypti já tem mil downloads

Criado com o objetivo de registrar focos de Aedes aegypti, o aplicativo Mosquito Zero chegou à marca de 1.000 downloads. Desenvolvida pelo Núcleo da Informação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a ferramenta está disponível para denúncias nos bairros de Palestina e Itaigara, atualmente. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução / Agência Brasil

Por Camila Tíssia no dia 26 de Outubro de 2016 ⋅ 08:53

Criado com o objetivo de registrar focos de Aedes aegypti, o aplicativo Mosquito Zero chegou à marca de 1.000 downloads. Desenvolvida pelo Núcleo da Informação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a ferramenta está disponível para denúncias nos bairros de Palestina e Itaigara, atualmente. 

De acordo com a Prefeitura de Salvador, esses são os locais com maiores índices de infestação registrados no último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). 

São notificados, em tempo real, casos de dengue, chikungunya e zika vírus, e os agentes têm até 72h para responder as demandas. A meta é, em breve, iniciar o serviço em mais 10 bairros da capital baiana.

O aplicativo está disponível para sistemas Android. Mais informações sobre a nova ferramenta no www.mosquitozero.com.br

Leia mais:

Aplicativo para ajudar no combate ao Aedes aegypti é lançado nesta segunda

Notícias relacionadas