Saúde

Presidente da Fesfba comenta diferenças em gestões de hospitais públicos

O presidente da Federação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas da Bahia, Maurício Almeida Dias Pereira, concedeu entrevista a Mário Kertész na Rádio Metrópole nesta sexta-feira (17) e falou sobre a diferença entre hospitais sob gestão pública e gestão filantrópica. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Bárbara Silveira/ Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 17 de Julho de 2015 ⋅ 09:17

O presidente da Federação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas da Bahia, Maurício Almeida Dias Pereira, concedeu entrevista a Mário Kertész na Rádio Metrópole nesta sexta-feira (17) e falou sobre a diferença entre hospitais sob gestão pública e gestão filantrópica.

“Existem hospitais públicos sob administração direta do poder público, produz serviços onde o que eles receberiam seriam 6% do custeio deles, ou seja, 94% ele bota para financiar. Em hospitais sob gestão filantrópica, o poder contrata o filantrópico por aproximadamente 2% para cada real de produção SUS. Essa desproporção é absurda. É a dificuldade de quebrar o paradigma da estatização da Saúde”, afirmou.

Sobre a crise na saúde, o presidente chegou a citar uma das possíveis soluções. “Acho que uma das alternativas para solução da crise é mobilização da população. O setor filantrópico tem uma missão social. Eu nunca liderei nem pretendo liderar movimento de paralisação da rede, não podemos ser insensíveis com a população”, afirmou.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Governo vai combater fake news sobre vacinas]
Saúde

Governo vai combater fake news sobre vacinas

Por Clara Rellstab no dia 17 de Julho de 2018 ⋅ 11:00 em Saúde

Uma das ações definidas pelo Planalto é procurar Google e Facebook para parcerias na identificação da origem dos boatos e possíveis ações de comunicação