Saúde

Solidão motiva tristeza de fim de ano, diz psiquiatra: ‘Pessoas sozinhas com seus celulares’

Ela alerta ainda para doenças sérias, como depressão e bipolaridade

[Solidão motiva tristeza de fim de ano, diz psiquiatra: ‘Pessoas sozinhas com seus celulares’]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Dezembro de 2018 ⋅ 08:40

Médica psiquiatra e diretora da clínica Ápice, Mara Christina Moura afirma que a tristeza sentida por algumas pessoas no fim do ano tem muito a ver com a solidão. “As festas de final de ano são festas de confraternização. As pessoas hoje estão sozinhas com seus celulares”, afirmou, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole

Ainda de acordo com a médica, as redes sociais criam uma falsa sensação de que “todo mundo é feliz menos eu”. “Os casais conhecem o mundo inteiro, mas não estão viajando juntos. Há uma ilusão de que todo mundo está feliz, menos eu. Outra coisa que afeta muito é a condição socioeconômica. Tem uma falta de perspectiva nesse fim de ano”, apontou. 

Ela alerta ainda para doenças sérias, como depressão e bipolaridade. Assista, abaixo, a entrevista completa:  

 

Notícias relacionadas