Turismo

Justiça obriga TAP a rever decisão sobre cancelamento de bilhetes da Avianca

Parceria era estabelecida no regime "codeshare", um acordo de cooperação entre as empresas aéreas

[Justiça obriga TAP a rever decisão sobre cancelamento de bilhetes da Avianca]
Foto : Reprodução

Por Juliana Almirante no dia 11 de Junho de 2019 ⋅ 12:20

A companhia TAP Air Portugal terá que reavaliar a decisão de cancelamento de bilhetes emitidos pela Avianca e pelo programa Amigo, de acordo com o site Passageiro de Primeira. O motivo foi uma decisão da Justiça do Distrito Federal, que obrigou a empresa aérea a aceitar as passagens.

A parceria era estabelecida no regime "codeshare", um acordo de cooperação entre as empresas aéreas, no qual uma vende assentos em voos operados pela outra com numeração própria. 

A TAP havia anunciado, na última sexta-feira (7), que deixaria de aceitar os bilheres emitidos por meio da parceira a partir do próximo sábado (15). 

De acordo com a Justiça, o cancelamento dos bilhetes "viabiliza a recolocação do assento no mercado, para aquisição por outros passageiros e a perda da vaga no voo contratado". A corte determinou multa diária de R$ 2 mil em caso de descumprimento da ação.

Notícias relacionadas