Vida Alheia

Carla Perez fala de multas recebidas durante o carnaval: "Humilhação"

Depois de ser multada duas vezes pela Secretaria Municipal de Ordem Pública de Salvador por causa do volume excessivo durante desfile do Bloco Algodão Doce, no Campo Grande, no sábado (25) e domingo (26), Carla Perez usou sua conta do Instagram para se pronunciar sobre o caso [Leia mais...]

[Carla Perez fala de multas recebidas durante o carnaval:
Foto : Evilânia Sena

Por Jessica Galvão no dia 02 de Março de 2017 ⋅ 14:37

Depois de ser multada duas vezes pela Secretaria Municipal de Ordem Pública de Salvador por causa do volume excessivo durante desfile do Bloco Algodão Doce, no Campo Grande, no sábado (25) e domingo (26), Carla Perez usou sua conta do Instagram para se pronunciar sobre o caso.  Segundo a ex-dançarina do Tchan, ela queria apenas um "som justo".

"É lógico que não quero e nem sou irresponsável a ponto de colocar a saúde auditiva das crianças em risco, como até alguns veículos de imprensa, precipitadamente e equivocadamente noticiaram, dando ênfase justamente a um acontecimento ruim e ofuscando toda parte boa que vivemos com os nossos foliões mirins, que mereciam mais holofotes do que o assunto em si. Noticiaram que eu queria o som do trio elétrico muito alto e isso é mentira! O que eu simplesmente quero é um som justo! Essa não foi a primeira vez que sofro tal humilhação, e não vou admitir tal desrespeito e mentira! Milhares de pessoas são testemunhas do ocorrido", escreveu Carla na quarta-feira (1º).

E ainda questionou. "É óbvio que eu quero que tudo esteja dentro das normas. Mas como ficam milhares de pessoas dizendo e fazendo gestos de que o som tá ruim, que não estão ouvindo e fazendo coro de 'aumenta o som'? ", disse.

Veja:

 

 

A motivação maior é levar a alegria para as crianças e famílias que nos acompanham. Tudo feito com carinho, dedicação e minuciosamente cuidado para que tudo dê certo. São muitas pessoas envolvidas, desde a hora que a gente pensa no tema até a hora que o motorista liga o trio e a gente começa a festa. São 17 anos nessa rotina e tudo com a finalidade de fazer o melhor para gerações que gostam do meu trabalho, mas principalmente as crianças, que a cada ano vão ficando com menos opções para se divertirem dentro do carnaval. Estou feliz por nosso bloco ter saído e no geral o propósito maior ter sido alcançado. Aos nossos foliões de todas as idades (crianças, pais, avós, tios), muito obrigada e meu profundo respeito. Mas não posso fingir que estou 100% satisfeita com tudo! Ainda não tinha postado nada do nosso bloco até hoje, porque como eu disse lá em cima, a maior motivação é levar a alegria. Colocar um bloco infantil na rua, é suado gente! Trabalhoso em todos os aspectos!! Infelizmente nos últimos anos tenho me aborrecido sempre no circuito, com essa questão da fiscalização querer que o som do trio fique igual a um rádio de pilha! É óbvio que eu quero que tudo esteja dentro das normas. Mas como ficam milhares de pessoas dizendo e fazendo gestos de que o som tá ruim, que não estão ouvindo e fazendo coro de "aumenta o som"? ???? Todo ano isso estraga parte de um trabalho de meses, que é feito para levar alegria e não frustração para a Avenida!!! É lógico que não quero e nem sou irresponsável a ponto de colocar a saúde auditiva das crianças em risco, como até alguns veículos de imprensa, precipitadamente e equivocadamente noticiaram, dando ênfase justamente a um acontecimento ruim e ofuscando toda parte boa que vivemos com os nossos foliões mirins, que mereciam mais holofotes do que o assunto em si. Noticiaram que eu queria o som do trio elétrico muuuito alto e isso é #MENTIRA! O que eu simplesmente quero é um som justo! Essa não foi a primeira vez que sofro tal humilhação, e não vou admitir tal desrespeito e mentira! Milhares de pessoas são testemunhas do ocorrido. Continua... #VamosGarantirAAlegriaDasCrianças

Uma publicação compartilhada por ????CARLA PEREZ???? (@carlaperezcpx) em

Notícias relacionadas