Vida Alheia

Stalker que ameaçava Taylor Swift de morte é condenado

Frank Andrew Hoover, que ameaça de morte a cantora e família, vai cumprir pena em liberdade condicional por dez anos [Leia mais...]

[Stalker que ameaçava Taylor Swift de morte é condenado]
Foto : Foto: Carlo Allegri/Reuters

Por Marcela Vilar no dia 03 de Abril de 2018 ⋅ 13:40

Desde maio de 2015, a cantora americana Taylor Swift é perseguida por Frank Andrew Hoover, que foi sentenciado ontem (2) a dez anos de liberdade condicional pela Justiça do Texas. A causa da condenação foi o envio de e-mails ao pai da artista com ameaças de morte a ela e à família, mas não é a primeira vez que o fato acontece.

Antes do incidente, Frank Hoover já tinha sido preso por violar uma ordem restritiva da cantora, em 2016. Depois de um show, ele seguiu Taylor Swift até o aeroporto e alegou que queria entrar no avião com ela. Isso fez com que ele violasse a ordem restritiva, na qual deveria manter uma distância de 150 metros da artista.

"Decidi que vou colocar um fim em todos os Swifts porque não consigo suportar o vírus que sua filha espalhou", enviou Frank por e-mail ao pai da cantora. Outras ameaças chamavam a família de obra do demônio e que Deus iria se encarregar de livrá-los do planeta para que, assim, não houvesse mais pecados.  

O perseguidor será agora rastreado por tornozeleira eletrônica e deverá se manter longe pelo menos uma milha (cerca de 1,6 quilômetro) da família Swift. Além disso, será obrigado a fazer exames médicos e psicológicos periodicamente e assistir aulas sobre abuso de substâncias. Se alguma das regras for violada, ele cumprirá a pena atrás das grades.

Notícias relacionadas

[Família coloca casa de Arlindo Cruz à venda]
Vida Alheia

Família coloca casa de Arlindo Cruz à venda

Por Metro1 no dia 03 de Setembro de 2019 ⋅ 13:30 em Vida Alheia

O imóvel foi avaliado em R$ 800 mil e está em um condomínio que processou o cantor, no ano passado, por falta de pagamento