Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia

Funcionários de hospital acusam prefeitura de Itaberaba de limitar acesso a vacinas; município nega

Segundo a gestão municipal, imunizantes foram distribuídos de acordo com a demanda de cada unidade de saúde; direção impediu vacinação por considerar que doses eram insuficientes

[Funcionários de hospital acusam prefeitura de Itaberaba de limitar acesso a vacinas; município nega]
Foto : Divulgação / GOVBA

Por Juliana Rodrigues no dia 22 de Janeiro de 2021 ⋅ 11:47

Trabalhadores do Hospital da Chapada, unidade de referência no tratamento da Covid-19 em Itaberaba, na Chapada Diamantina, acusam a prefeitura de limitar a aplicação de doses da vacina Coronavac aos médicos e enfermeiros da Unidade de Terapia Intensiva, excluindo os demais funcionários do centro médico. A gestão municipal, no entanto, nega as acusações e alega "autoritarismo" por parte da direção da unidade particular, que tem convênio com o Governo do Estado.

A coordenadora médica da unidade, Anna Catharina Pedreira, relatou a situação ao Metro1. "Ontem, por volta das 15h, uma unidade da prefeitura foi até a unidade para realizar a vacinação, porém alegou que não tinha doses suficientes para imunizar todos os colaboradores. Disseram que a prioridade seria para médicos e enfermeiros da UTI Covid-19 e que programariam os outros funcionários para outro momento. Não aceitamos esse tipo de absurdo. Eu considero uma total falta de respeito com todas as pessoas que estão lá há sete meses colocando suas vidas em risco", disse. Desde o dia 5 de junho de 2020, mediante convênio com o governo do Estado, o Hospital da Chapada disponibilizou 20 leitos de UTI e 20 clínicos para a população de Itaberaba.

O prefeito da cidade, Ricardo Mascarenhas, informou, por meio de nota, que 84 das 522 vacinas disponíveis foram reservadas pela gestão municipal para os trabalhadores do Hospital da Chapada, com base em uma lista de colaboradores enviada pela própria instituição. De acordo com o texto, a direção do hospital apresentou resistência a receber a equipe da prefeitura e hostilizou servidores. "Com a justificativa de que apenas se todos os funcionários da unidade hospitalar fossem vacinados haveria autorização para a equipe da Secretaria de Saúde entrar na unidade, o dono do hospital hostilizou, desacatou e constrangeu uma servidora pública que estava no exercício de sua função para vacinar os profissionais da saúde, e proibiu a entrada das vacinas", diz a nota.

O chefe do Executivo municipal lamenta o que chama de "tentativa de polemizar o ato de vacinação dos profissionais" e garante que cada um dos trabalhadores que compõem a lista enviada pelo Hospital da Chapada será imunizado. Para isso, segundo o gestor, uma equipe da Secretaria de Saúde está disponível na Unidade de Saúde da Família - Centro, localizada na Praça Lauro Silva s/n. Para que a imunização ocorra, os funcionários devem apresentar documento com foto e cartão SUS.

Acusação de desvio - Os médicos da unidade ainda acusam a prefeitura de Itaberaba de desviar vacinas para servidores administrativos que estão fora do grupo prioritário, composto por trabalhadores da saúde, idosos com mais de 75 anos e idosos que residem em instituições de longa permanência. "No começo da semana, ficamos estarrecidos vendo fotos de pessoas do administrativo da prefeitura sendo vacinadas, de unidades não-Covid da cidade sendo vacinadas", diz Anna Catharina.

O prefeito Ricardo Mascarenhas nega, no entanto. "Não existe isso, quem conhece nossa forma de transparência e idoneidade jamais falaria isso. Isso são grupos políticos de oposição querendo disseminar pânico e insegurança na população. Jamais faríamos isso", disse ao Metro1.

Segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Itaberaba registra 3.344 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia, com 54 mortes.

Notícias relacionadas