Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia

Municípios do interior da Bahia sem UTI para Covid-19 enfrentam crise sanitária

Pacientes destas regiões ainda correm risco de não conseguir vagas em hospitais de referência do estado, que registram 80% de ocupação dos leitos da categoria para o tratamento da doença

[Municípios do interior da Bahia sem UTI para Covid-19 enfrentam crise sanitária]
Foto : SECOM/Salvador

Por Adele Robichez no dia 24 de Fevereiro de 2021 ⋅ 09:40

Municípios do interior da Bahia que não possuem hospitais com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estão com os seus postos de saúde sobrecarregados e com pessoas a serem reguladas por conta do aumento de casos da Covid-19. Além disso, os pacientes destas regiões correm o risco de não conseguir vagas em hospitais de referência do estado, que registram 80% de ocupação dos leitos da categoria para o tratamento do coronavírus. As informações são do jornal Correio.

Mata de São João:
Dentro de um período de três dias, entre 17 e 20 de fevereiro, foram registradas quatro mortes pela doença. Uma das vítimas foi a óbito aguardando regulação para um leito de UTI.

Macaúba:
Nesta segunda-feira (22), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade estava com 100% de ocupação, com dois pacientes a serem regulados. Conta com 135 casos ativos do vírus e quatro mortes registradas.

Araci:
Dentre os seus 50 mil habitantes, 495 estão com a doença ativa (praticamente 1% da população) e registra 27 mortes, 6 ocorridas apenas neste mês.

Maracás:
O município atende diariamente 150 pessoas no centro Covid e o hospital municipal opera com capacidade máxima, mesmo sem leitos de UTI. Com 20 mil habitantes, 32 pessoas já foram a óbito pelo coronavírus no município e há 107 casos ativos.

Catu:
Em apenas 15 dias, os casos ativos da Covid-19 aumentaram mais de 590%. Foram de 12 no dia 7 de fevereiro para 83 no dia 22 do mesmo mês, segundo o boletim epidemiológico municipal.  Os óbitos saíram de de 40 para 46 no mesmo período.

Madre de Deus:
Os casos ativos cresceram 500% em 14 dias: saíram de 17 no dia 8 de fevereiro para 136 no dia 22 de fevereiro. As mortes foram de 30 para 33.

Lista dos hospitais com 100% de ocupação na Bahia: 
Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana,  
Hospital Da Chapada, em Itaberaba,  
Hospital Municipal de Serrinha,  
Hospital Santa Helena, em Camaçari,  
Hospital Regional Dantas Bião, em Alagoinhas 
Hospital Vida Memorial, em Ilhéus 
Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna 
Hospital São Vicente, em Jequié 
Hospital Doutor Heitor Guedes De Mello, em Valença 
Hospital Português, em Salvador 
Hospital do Subúrbio, em Salvador 
Hospital Municipal de Salvador 

Notícias relacionadas