Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia

'A pandemia não está controlada', alerta Fábio Vilas-Boas sobre aumento de internações por covid na Bahia

“Números permanecem em patamar extremamente elevado”, afirmou o secretário de Saúde estadual

['A pandemia não está controlada', alerta Fábio Vilas-Boas sobre aumento de internações por covid na Bahia]
Foto : Paula Fróes/GOVBA

Por Adele Robichez no dia 06 de Abril de 2021 ⋅ 09:40

O secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, alertou hoje (6) para o aumento do número de pessoas com a Covid-19 internadas em hospitais na Bahia. Ele diz que algumas regiões estão passando por dificuldades e revela que, apesar da estabilização dos índices, que possibilitou a flexibilização das medidas restritivas a partir desta semana, a pandemia não está controlada no estado.

“Os números permanecem em um patamar extremamente elevado”, afirmou o gestor da pasta. “Se você analisar o número de pessoas internadas, ele está aumentando. [...] A pandemia não está controlada”, informou.
 
Vilas-Boas reforçou que a taxa de ocupação de leitos, que possibilitou a retomada do comércio, depende da quantidade de leitos disponibilizada pelo estado e pelos municípios. “A taxa de ocupação de leitos de UTI que gira aí em torno de 85% e 83% já chegou até a 81%. Ela se mantém nesse patamar relativamente controlado graças à permanente injeção de novos leitos que o governo do estado vem fazendo em toda a Bahia, junto com algumas prefeituras”, explicou. 
 
“Nós temos algumas regiões da Bahia, como a região sudoeste, oeste, como o extremo sul, que estão passando por dificuldades. Nós temos dificuldades em remover esses pacientes pela recusa dos familiares em saírem de locais muito longes para a região metropolitana de Salvador”, disse o secretário. “Então, não é momento de se afrouxar, precisamos manter todo o controle”, concluiu.

Notícias relacionadas