METROPOLE

Domingo, 09 de maio de 2021

Bahia

Sete Em Ponto: Presidente do Sindipol-BA comenta a PEC Emergencial

José Mário Lima classificou a medida de congelamento de salários como "covardia" e "cinismo"

Sete Em Ponto: Presidente do Sindipol-BA comenta a PEC Emergencial

Foto: Reprodução

Por: Luciana Freire no dia 13 de abril de 2021 às 21:30

Em entrevista ao Sete Em Ponto, na Rádio Metrópole, o presidente do Sindicato dos Policiais Federais da Bahia (SINDIPOL-BA), José Mário Lima comentou a PEC Emergencial no que tange os servidores públicos. Ele classificou a medida de congelamento de salários de servidores públicos como "covardia" e "cinismo".

"A PEC 186 já virou emenda constitucional, e [o congelamento de salários de servidores públicos] inclusive foi o motivo principal para aprovação do auxílio emergencial. O problema maior é quando nós tivemos que, no meio da necessidade, aprovar um auxílio emergencial para resolver um problema você vai fazer um puxadinho, para fazer uma alteração constitucional, em prol de ajuste fiscal num momento desses", disse José Mário Lima.

Segundo ele houve uma má vontade por parte do ministério da Economia em criar "propostas de melhoria efetiva ao atacar os principais problemas". E continuou: "Não é hora de se falar em ajuste fiscal quando nós estamos definindo a cerca de apreender os 'ricos suficientes' que não tem renda nenhuma porque estão dentro de casa. Vincular uma coisa com a outra é no mínimo covardia, perversidade e cinismo, no meu entendimento".

A PEC 186 congela salários de servidores públicos. Além disso, modifica o salário daqueles que trabalham no atendimento à população.

TV METRO

Entrevistas

Roberto Coelho

Em 07 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Sete Em Ponto: Presidente do Sindipol-BA comenta a PEC Emergencial - Metro 1