METROPOLE

Domingo, 09 de maio de 2021

Bahia

Às vésperas da pandemia, 15,8% dos estudantes baianos não usavam a Internet

Segundo dados do IBGE, 33,5% não tinham celular em 2019

Às vésperas da pandemia, 15,8% dos estudantes baianos não usavam a Internet

Foto: Pixabay

Por: Juliana Rodrigues no dia 14 de abril de 2021 às 13:40

Embora o porcentual de estudantes na Bahia que acessavam a Internet no quarto trimestre de 2019 fosse maior do que a média da população, o estado tinha, às vésperas da pandemia da Covid-19 e da necessidade de adesão ao ensino remoto, 15,8% de seus estudantes sem usar a Internet, o que representava 428 mil pessoas. Essa proporção estava acima da média nacional e era a 11ª mais elevada entre as 27 unidades da Federação. A informação foi divulgada hoje (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No Brasil como um todo, 11,9% dos estudantes não acessavam a Internet no quarto trimestre de 2019, o correspondente a 4,263 milhões de pessoas. Maranhão (36,1%), Amazonas (31,2%) e Pará (26,6%) tinham os maiores percentuais de estudantes “off-line”, enquanto Distrito Federal (3,6%), Rio Grande do Sul (5,0%) e São Paulo (5,5%) tinham os menores.
Em números absolutos, com 428 mil estudantes sem Internet, a Bahia ficava em terceiro lugar no país, abaixo apenas de Maranhão (513 mil) e Pará (473 mil).

O número de estudantes baianos de 10 anos ou mais de idade sem telefone celular para uso pessoal era ainda maior. No quarto trimestre de 2019, 1 em cada 3 pessoas que estudavam no estado não possuía o aparelho: 33,5% do total, ou 904 mil pessoas. Era o segundo maior contingente do país, em termos absolutos, abaixo apenas do verificado em São Paulo (1,349 milhão de estudantes sem celular).

TV METRO

Entrevistas

Roberto Coelho

Em 07 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Às vésperas da pandemia, 15,8% dos estudantes baianos não usavam a Internet - Metro 1