Quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Bahia

Defesa nega que suspeito de mandar matar pediatra tenha confessado crime

A polícia havia afirmado que, ao se apresentar, homem teria confessado ser o mandante

Defesa nega que suspeito de mandar matar pediatra tenha confessado crime

Foto: Reproduçãp/TV Bahia/Redes Sociais

Por: Metro1 no dia 25 de outubro de 2021 às 09:10

A defesa de Diego Santos Silva, 31 anos, suspeito de ser o mandante do assassinato do pediatra Júnio César de Queiroz Teixeira, no município de Barra, nega que ele tenha confessado o crime ao se apresentar à polícia, na sexta-feira (22). Preso desde então, Diego permaneceu calado, segundo o advogado Valdomiro Vieira, que afirmou que o cliente só fala depois que a defesa tiver acesso aos autos do processo.

Valdomiro afirmou ainda que vai recorrer do pedido de prisão, expedido desde sua identificação, dias depois do crime - em 23 de setembro. A informação contradiz a passada pelo delegado Rivaldo Luz, que afirmou que Diego confessou ser o mandante do crime.

Apesar de ser apontado como mandante do crime, a família de Júlio César acredita que ele tenha sido um intermediário entre a pessoa que encomendou o assassinato e os executores. Quatro suspeitos já foram presos: os executores do crime e um casal, que conforme as investigações, atuou como olheiro.

Defesa nega que suspeito de mandar matar pediatra tenha confessado crime - Metro 1