Quinta-feira, 11 de agosto de 2022

#MetaAColher

#MetaAColher: Vereador de Jacobina é acusado de agredir servidora da prefeitura

Caso aconteceu no último domingo (5), durante uma festa junina promovida pela prefeitura

#MetaAColher: Vereador de Jacobina é acusado de agredir servidora da prefeitura

Foto: Reprodução/TV Bahia

Por: Metro1 no dia 08 de junho de 2022 às 07:26

Mais um caso de violência contra a mulher está sendo investigado no município de Jacobina, no norte do estado. Dessa vez, os envolvidos são o vereador do município Valnei dos Anjos (PCdoB) e a diretora de comunicação da prefeitura, a jornalista Ellen Mascarenhas. O caso aconteceu no último domingo (5), durante uma festa junina promovida pelo município, no Arraiá de Santo Antônio, dentro do Parque de Exposições de Jacobina.

Câmeras de segurança do local flagraram o momento da agressão. As imagens mostram que, após a mulher esbarrar no vereador, ele a empurra e os dois saem do enquadramento das câmeras. Testemunhas, no entanto, afirmaram que ele deferiu tapas, chutes e socos contra a mulher. De acordo com a TV Bahia, desde então, a vítima segue abalada sem conseguir sair de casa. 

Em nota divulgada nas redes sociais, o vereador disse que "está à disposição das autoridades para prestar todo e qualquer esclarecimento". O edil afirmou ainda que vai comprovar sua inocência. "É necessário paciência e prudência para evitar julgamentos precipitados e pautados apenas nas visões superficiais, realizados à margem do contexto fático", escreveu.

A prefeitura de Jacobina lamentou o ocorrido e afirmou que vai acompanhar os desdobramentos do caso. "Essa gestão é pautada pela defesa incondicional dos direitos das mulheres e igualdade de gênero. Reiteramos que a construção de uma cidade inclusiva e uma sociedade igualitária é incompatível com qualquer tipo de violência", disse a prefeitura em texto. 

A Câmara de Vereadores da cidade também se posicionou sobre o caso. Em nota, foi informado que a denúncia está sendo apurada pelos órgãos competentes e medidas administrativas e judiciais serão tomadas assim que o caso for apurado e confirmado pelos representantes legais.

"A Câmara Municipal de Jacobina repudia qualquer ato e manifestações que aprofundem a desigualdades, o desrespeito, o preconceito e a violência contra as mulheres, cumprindo o dever de zelar pela garantia e direitos fundamentais", disse em nota.

Campanha - O Grupo Metropole está engajado em denunciar e cobrar respostas sobre casos de feminicídio e violência contra a mulher. Além disso, vamos receber denúncias pelo número (71) 3505-5000, tanto por ligação como por Whatsapp. Por fim, nas redes sociais (@grupo.metropole no Instagram e @metropole no Twitter).  Criamos o movimento #MetaAColher. É preciso dar um basta nos casos de violência contra a mulher e estamos engajados nesta causa. 

#MetaAColher: Vereador de Jacobina é acusado de agredir servidora da prefeitura - Metro 1