Quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Bahia

Sem licença, obra de contenção em Cacha Pregos está parada e moradores temem avanço da maré

Os materiais para a obra foram produzidos a partir de fevereiro e já estão prontos, mas há mais de um mês estão alocados ao longo da BA-882 esperando a licença ambiental da draga que fará a operação

Sem licença, obra de contenção em Cacha Pregos está parada e moradores temem avanço da maré

Foto: Leitor Metro1

Por: Geovana Oliveira no dia 28 de junho de 2022 às 14:54

A obra do governo da Bahia para conter a erosão marinha na praia de Cacha Pregos, na Ilha de Itaparica, está atrasada e preocupa moradores locais. Os materiais para a obra foram produzidos a partir de fevereiro e já estão prontos, mas há mais de um mês estão alocados ao longo da BA-882 esperando a licença ambiental da draga que fará a operação. 

"Tem a licença pra colocar no lugar e não tem a licença para dragar. Então são milhões de reais que está alocado ao longo da BA e por conta dessa licença não consegue terminar uma obra. Então o que adianta liberar o dinheiro para uma coisa e não liberar para outra, e continuar tudo desprotegido", afirma empresária Luana Perrone, que administra uma barraca no local. 

Desde 2016, o avanço da maré assombra os moradores e pescadores de Cacha Pregos. Além do perigo, com coqueiros que ameaçam cair e as casas que podem ser invadidas pela água, os donos das barracas ficam no prejuízo uma vez que o turismo vem sendo afetado. Cerca de três mil pessoas vivem na ilha.

De acordo com Luana, além da demora e do perigo de perder o investimento do governo, a estrada de acesso à praia foi desgastada pelo tráfego pesado de caminhões e máquinas. 

"Completamente esburacada. Uma estrada que foi inaugurada a menos de dois anos e já teve mais de 20 tapa-buracos. Primeiro fizeram uma obra do Prodetur [Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo em Salvador] de mais de R$ 12 milhões na praça de Cacha Pregos, e em seguida veio esta obra de contenção, que estamos fazendo a denúncia", afirma. 

Procurada, a Secretaria estadual de Infraestrutura (Seinfra) confirmou que a obra está parada por falta de uma licença ambiental. "A obra foi iniciada em fevereiro e, recentemente, o Inema exigiu uma nova licença complementar. A Seinfra já atendeu as solicitações e está aguardando a emissão do documento, que tem a previsão de sair até a próxima semana, para finalizar a obra", afirmou por meio de nota. A pasta complementou que, após a emissão da licença, a obra deve terminar no prazo de um mês.

Sem licença, obra de contenção em Cacha Pregos está parada e moradores temem avanço da maré - Metro 1