Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Bahia

Vice-presidente, governador da Bahia e ministro dos Direitos Humanos repudiam ataque contra empresária judia

Herta Breslauer foi atacada por uma mulher dentro do seu estabelecimento comercial, localizado em Porto Seguro, que a chamou de "sionista" e "assassina de crianças"

Vice-presidente, governador da Bahia e ministro dos Direitos Humanos repudiam ataque contra empresária judia

Foto: Reprodução Redes Sociais

Por: Metro1 no dia 05 de fevereiro de 2024 às 08:01

Atualizado: no dia 05 de fevereiro de 2024 às 09:38

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, repudiou neste domingo (4) o ataque sofrido por uma empresária judia em Arraial D' Ajuda, distrito turístico de Porto Seguro, na Bahia.

Em publicação no X - antigo Twitter - Alckmin definiu o comportamento como “completamente inaceitável”. O governador da Bahia, Jeronimo Rodrigues, e o ministro dos Direitos Humanos e Cidadania, Silvio Almeida, também lamentaram o episódio através das redes sociais.

A empresária Herta Breslauer foi atacada por uma mulher dentro do seu estabelecimento comercial, na última sexta-feira (2). Em imagens que circulam nas redes sociais, é possível ouvir ela sendo chamada de “sionista” e “assassina de crianças”.

Antes de ser retirada do estabelecimento comercial por outras pessoas, a mulher que praticou as ofensas derrubou diversos itens que estavam nas prateleiras da loja da vítima. 

Herta prestou um boletim de ocorrência e o caso é investigado pela Polícia Civil como racismo, ameaça, dano e lesão corporal. A Confederação Israelita do Brasil e Sociedade Israelita da Bahia emitiram uma nota de repúdio e pediram que o caso seja investigado como crime de ódio.