Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sábado, 13 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Bahia

/

Após governo anunciar novo campus da Ufba em Jequié, universidade se manifesta e afirma que não foi consultada

Bahia

Após governo anunciar novo campus da Ufba em Jequié, universidade se manifesta e afirma que não foi consultada

Em uma nota, a instituição informou que não foi consultada sobre o assunto

Após governo anunciar novo campus da Ufba em Jequié, universidade se manifesta e afirma que não foi consultada

Foto: Divulgação/Ufba

Por: Metro1 no dia 11 de junho de 2024 às 18:42

Atualizado: no dia 11 de junho de 2024 às 18:48

Após o governo Lula anunciar na segunda-feira (10), como investimento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a implantação de mais um campus da Universidade Federal da Bahia (Ufba) no município de Jequié, a universidade se pronunciou. Em uma nota, a instituição informou que não foi consultada sobre o assunto.

"Sobre o assunto, a posição da UFBA ainda reflete o pensamento das quatro universidades federais baianas, expresso em outubro de 2023, em ofício encaminhado à Bancada da Bahia na Câmara dos Deputados", diz a nota.

A instituição cita ainda o mesmo documento para afirmar que "reconhece a necessidade de expansão do ensino superior no estado", mas acredita que "apenas após sanados os problemas de infraestrutura e de pessoal das instituições, será possível debater a possibilidade de criação de novos campi universitários e novas universidades no estado". Ainda segundo a universidade, este posicionamento já foi também comunicado à diretoria da Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior) e à Secretaria de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação (MEC).

Investimentos

O reitor da Ufba, Paulo Miguez, esteve presente na reunião convocada pelo presidente Lula (PT) na última segunda-feira. Na ocasião foram anunciados os investimentos de R$ 5,5 bilhões às Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) e um aporte adicional de R$ 279 milhões em verbas de custeio para as universidades. Sobre o investimento, a universida se pronunciou afirmando que, "ainda que esses valores não atendam às necessidades orçamentárias das instituições em 2024, a Ufba considera que essas iniciativas marcam um passo significativo para a sobrevivência e recuperação das IFES."