Bahia

Cachoeira: com recorde de público, Flica recebe 35 mil pessoas em quatro dias

A Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica 2016) bateu o recorde de público em quatro dias de festa, superando as expectativas dos organizadores. De quinta-feira (13) até este domingo (16), quando se encerra o evento, cerca de 35 mil pessoas circularam pelas ruas de Cachoeira, município do Recôncavo baiano, para aproveitar a extensa e diversificada programação gratuita. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Carla Ornelas/GOVBA

Por Matheus Simoni no dia 16 de Outubro de 2016 ⋅ 17:11

A Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica 2016) bateu o recorde de público em quatro dias de festa, superando as expectativas dos organizadores. De quinta-feira (13) até este domingo (16), quando se encerra o evento, cerca de 35 mil pessoas circularam pelas ruas de Cachoeira, município do Recôncavo baiano, para aproveitar a extensa e diversificada programação gratuita.

O evento contou com nove mesas de debates, com cerca de 30 autores, incluindo convidados internacionais, 15 eventos da Fliquinha, entre outras ações. Ao todo, 100% das vagas de hotelaria disponíveis na cidade foram ocupadas, além de movimentar  bares e restaurantes dia e noite.

"Essa Flica foi um sucesso surpreendente. A cidade nunca esteve tão cheia. As pessoas nunca estiveram tão participativas. Todas as mesas estavam lotadas, pessoas em pé, pessoas sentadas no chão. E não só isso. As ruas estavam tomadas de artistas, artesãos, mostrando seus trabalhos. A participação do Governo do Estado, principalmente nos últimos dois anos, deu força e uma ampliada que colocou esse evento entre um dos maiores do segmento no País", afirmou o curador do evento, Emmanuel Mirdad.

Notícias relacionadas

[Bahia tem 58 cidades sem crimes contra a vida; veja lista]
Bahia

Bahia tem 58 cidades sem crimes contra a vida; veja lista

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Dezembro de 2019 ⋅ 12:20 em Bahia

Municípios estão nas regiões Sul, Sudoeste, Oeste, Leste, Norte, Chapada Diamantina e Região Metropolitana de Salvador, a exemplo de Madre de Deus (foto)