Bahia

Nova adutora de Queimados e Santaluz vai funcionar em março, diz Superintendente

O Metro1 acompanhou, nesta sexta-feira (24), o governador Rui Costa durante a vistoria das obras de abastecimento de águas das regiões do município de Queimados e Santaluz. O Superintendente de operações da Embasa, Raimundo Neto, também estava presente, e garantiu que as obras estão em ritmo acelerado e já tem data para começar os testes.[Leia mais...]

[Nova adutora de Queimados e Santaluz vai funcionar em março, diz Superintendente]
Foto : Reprodução / Secom

Por Laura Lorenzo e Matheus Morais no dia 24 de Fevereiro de 2017 ⋅ 16:19

O Metro1 acompanhou, nesta sexta-feira (24), o governador Rui Costa durante a vistoria das obras de abastecimento de águas das regiões do município de Queimados e Santaluz. O Superintendente de operações da Embasa, Raimundo Neto, também estava presente, e garantiu que as obras estão em ritmo acelerado e já tem data para começar os testes. 

"Iniciamos essa obra no início de fevereiro e a nossa expectativa é, de uma forma emergencial, concluir agora no inicio de março. A expectativa é a partir do dia 6 de março começar os testes deste novo sistema e assim começar a atender os dois municípios, dando uma segurança hídrica a mais", disse.

O superintendente contou ainda que a obra, que teve o investimento de R$3,3 milhões, deverá ser concluída em menos da metade do tempo previsto. "Nosso prazo inicial era fazer essa obra em 90 dias, nós vamos fazer em menos de 40 dias. No decorrer do período do carnaval, as equipes da Embasa não vão parar, vamos continuar de forma interrupta para que no início de março a gente possa concluir, iniciar os testes e dar tranquilidade à população desses dois municípios que somam aproximadamente 50 mil pessoas", garantiu

Situação de Emergência

Tanto a região de Queimados quanto a de Santaluz (que teve o estado de emergência declarado pelo Governo Federal no último dia 15) estão em situação crítica por conta da estiagem. Neto explicou que o estado crítico se deve ao baixo nível armazenado no rio onde a água para os municípios são captados. 

"Esse sistema de Queimadas e Santluz tem captação no rio Itapicuru. Esse rio, no ponto que nós captamos, é alimentado por dois grandes mananciais: a de Ponto Novo e a de Pedras Altas. Ambas as barragens, devido à estiagem, estão em estado bastante crítico, com menos de 30% da capacidade. E nós não pudemos mais retirar água desses mananciais sob pena de colocar em risco o abastecimento de dezenas de municípios na região de Sisal e de senhor do Bonfim", disse. 

Notícias relacionadas