Bahia

Rui Costa sanciona lei que torna obrigatória provas em braille em concursos

O governador Rui Costa (PT) sancionou lei que torna obrigatório o fornecimento de cadernos de provas impressos no sistema braille para candidatos portadores de deficiência visual inscritos em concursos públicos e processos seletivos estaduais. [Leia mais...]

[Rui Costa sanciona lei que torna obrigatória provas em braille em concursos]
Foto : Agência Brasil

Por Yasmin Garrido no dia 09 de Março de 2017 ⋅ 17:38

O governador Rui Costa (PT) sancionou lei que torna obrigatório o fornecimento de cadernos de provas impressos no sistema braille para candidatos portadores de deficiência visual inscritos em concursos públicos e processos seletivos estaduais. A norma foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (9) e já está em vigor.

A lei traz que cabe à instituição responsável pela realização do concurso estabelecer no edital a forma de comprovação da condição de deficiente visual do candidato. Os candidatos portadores de deficiência visual precisam solicitar previamente o caderno de resposta no sistema braille.

De acordo com a Lei 13.715/2017, o concurso público ou processo seletivo que aplique provas em desacordo com a norma vai ser considerado nulo e não pode produzir efeitos jurídicos. A lei vai ser aplicada aos órgaos integrantes do Poder Executivo, bem como às autarquias, fundações, empresas públicas e sociedade de economia mista a ele vinculadas.

Notícias relacionadas

[Rio Pojuca é atingido por ao menos 800 kg de óleo]
Bahia

Rio Pojuca é atingido por ao menos 800 kg de óleo

Por Juliana Almirante no dia 15 de Outubro de 2019 ⋅ 07:40 em Bahia

Material foi retirado em ação de limpeza no local, feita por voluntários e agentes da Defesa Civil, no último final de semana

[Uneb abre inscrições para Vestibular 2020]
Bahia

Uneb abre inscrições para Vestibular 2020

Por Juliana Rodrigues no dia 14 de Outubro de 2019 ⋅ 12:20 em Bahia

Instituição oferece 6.321 vagas, sendo 4.021 vagas para cursos de graduação na modalidade presencial e 2.300 à distância