Bahia

Após caso de febre amarela, macacos são achados mortos com sinais de violência

Pelo menos 16 macacos foram encontrados mortos em Alagoinhas nos últimos 50 dias, e a suspeita é de que os animais tenha sido mortos pela população do município, após a confirmação do primeiro caso de febre amarela na cidade. [Leia mais...]

[Após caso de febre amarela, macacos são achados mortos com sinais de violência]
Foto : Reprodução/ Youtube

Por Laura Lorenzo no dia 26 de Março de 2017 ⋅ 12:10

Pelo menos 16 macacos foram encontrados mortos em Alagoinhas nos últimos 50 dias, e a suspeita é de que os animais tenha sido mortos pela população do município, após a confirmação do primeiro caso de febre amarela na cidade. 

De acordo com o Correio, a secretária de saúde informou que havia sinais de espancamento em alguns dos animais. Uma advertência foi feita pelo titular da pasta, Rodrigo Matos, enfatizando que os animais não transmitem a doença, que é tem como vetor o mosquito Aedes Aegypti. Por meio de nota, a Secretaria de Saúde do Estado do Estado (Sesab) informou que, de todos os macacos examinados, apenas um teve resposta positiva para a febre amarela. A pasta também negou casos de violência contra os primatas. Os testes da doença nos animais levam em média 20 dias para ficarem prontos.

Notícias relacionadas