Bahia

Caso Carlinhos: mãe acusada de matar filho se entrega à polícia nesta segunda

Acusada de ser a mandante do assassinato do próprio filho, Alexandra Moura da Silva, 27 anos, se entregou à polícia nesta segunda-feira (27). Ela compareceu à Delegacia de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na companhia de um advogado. [Leia mais...]

[Caso Carlinhos: mãe acusada de matar filho se entrega à polícia nesta segunda]
Foto : Reprodução

Por Yasmin Garrido no dia 27 de Março de 2017 ⋅ 14:19

Acusada de ser a mandante do assassinato do próprio filho, Alexandra Moura da Silva, 27 anos, se entregou à polícia nesta segunda-feira (27). Ela compareceu à Delegacia de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na companhia de um advogado. Carlos Henrique Moura Maia Santos, de sete anos, foi morto em janeiro de 2015.

De acordo com a polícia, a criança foi morta por José Nilton Pereira da Silva, de 35 anos, que já está preso. Em depoimento, ele confessou ter afogado o menino em troca de uma noite com Alexandra. A delegada titular da Delegacia Homicídios de Camaçari (DH/RMS), Maria Tereza, afirmou que o suspeito tinha um relacionamento com a avó materna da criança.

“Eu jamais faria isso com meu filho. A verdade vai aparecer. Ele está mentindo. Ele é capaz de matar uma criança e não vai ser capaz de mentir? Eu vim comparecer e não me entregar. Não me entreguei antes por causa de outros dois filhos”, disse a mulher, que estava foragida desde agosto de 2016, quando teve a prisão temporária decretada.

A delegada disse ainda que está claro que Alexandra foi a mandante do crime, conforme os dados da investigação. “Creio que vai ficar claro para a Justiça. O que está nos autos é o que serve para investigação. Ela já tinha dito, segundo testemunhas, que mataria o próprio filho, porque ele falava demais”, contou. Alexandra, que já foi detida por tráfico de drogas, vai cumprir 30 dias de prisão temporária.

Notícias relacionadas