Bahia

Prefeitura de Santo Amaro atrasa pagamento a fornecedor e coleta é paralisada na cidade

O serviço de limpeza do município de Santo Amaro, localizado no Recôncavo baiano, sofreu uma paralisação por cerca de duas horas na manhã desta quarta-feira (1º). De acordo com fontes, a prefeitura não paga o fornecedor contratado para fazer o serviço há três meses. [Leia mais...]

[Prefeitura de Santo Amaro atrasa pagamento a fornecedor e coleta é paralisada na cidade]
Foto : Google Street View

Por Laura Lorenzo no dia 01 de Novembro de 2017 ⋅ 16:08

O serviço de limpeza do município de Santo Amaro, localizado no Recôncavo baiano, sofreu uma paralisação por cerca de duas horas na manhã desta quarta-feira (1º). De acordo com o portal BocãoNews, fontes teriam afirmado que a prefeitura não paga o fornecedor contratado para fazer o serviço há três meses.

Ainda segundo a publicação, a gestão municipal de Santo Amaro, conseguiu interromper a paralisação após uma reunião de emergência com o fornecedor, onde ficou acordado que os agentes de rua e a coleta nos bairros voltariam à normalidade. A Prefeitura não informou, contudo, qual foi o acerto feito com a empresa.

Na última quinta-feira (26) o prefeito de Santo Amaro, Flaviano Bomfim (DEM), admitiu que vem tendo dificuldades para fechar a folha de pagamento do município. Em setembro, ele chegou a anunciar que cortaria o próprio salário em 30%.

“Todos os prefeitos estão com dificuldade para fechar o ano. A folha é difícil de se pagar, em Santo Amaro mesmo estamos com atraso. Não conseguimos baixar nosso índice de pessoal por causa dos programas federais. Esse é um dos nossos pleitos, a redução desse índice.Não consegui pagar contratado, só consegui pagar efetivo\", disse Bomfim durante manifestação que reuniu mais de 300 prefeitos baianos no Centro Administrativo da Bahia, na última quinta.

Notícias relacionadas

[Inema aponta 15 praias impróprias para o banho; confira]
Bahia

Inema aponta 15 praias impróprias para o banho; confira

Por Kamille Martinho no dia 08 de Dezembro de 2019 ⋅ 13:00 em Bahia

O instituto ainda recomenda aos usuários das praias que ao observarem presença de óleo evitem fazer a utilização das mesmas e não toquem, nem removam os resíduos encontra...