Bahia

Ex-namorada relata agressão e rapper baiano diz que ʹsóʹ estrangulou

"Primeira vez que aconteceu alguma eventualidade com Meg, ela cortou o braço em 200 posições. Cheguei no quarto e ela estava ensanguentada. Ela não tinha ninguém. Não tinha como ser tudo pela Meg. Eu não bati nela por bater. Eu tava tentando proteger ela dela mesmo", relata o acusado. [Leia mais...]

[Ex-namorada relata agressão e rapper baiano diz que ʹsóʹ estrangulou]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 15 de Março de 2018 ⋅ 10:40

Relato no Facebook de Magda Anali, ex-namorada de Victor Leonardo Lins, conhecido como Mobb, revelou uma rotina de agressões na relação do casal. O texto da Anali relata agressões com faca, desaparecimento de documentos e espancamento até desmaiar.

"Quando tentei entrar no assunto do espancamento, o qual o mesmo nunca tinha tocado no assunto, eu fui responsabilizada por ter sido agredida. Os abusos continuaram até chegar o dia 7 de março de 2018. Em meio a discussão e desespero eu fui agredida novamente sem chances de defesa. Enquanto gritava por socorro, o próprio ligou para a polícia, perguntou se eu teria coragem de denunciá-lo, foi aí que eu vi que estava na merda, que percebi o quanto o meu psicológico estava abalado e doentio", conta.

Em áudios vazados, o artista diz: "só estrangulei ela, até ela entender que estava surtada".

"Primeira vez que aconteceu alguma eventualidade com Meg, ela cortou o braço em 200 posições. Cheguei no quarto e ela estava ensanguentada. Ela não tinha ninguém. Não tinha como ser tudo pela Meg. Eu não bati nela por bater. Eu tava tentando proteger ela dela mesmo", relata o acusado.

Veja o relato completo:

 

Notícias relacionadas