Quinta-feira, 29 de julho de 2021

Bahia

Feira de Santana registra segunda morte por leishmaniose visceral do ano

Feira de Santana, cidade a 100 km de Salvador, registrou a segunda morte deste ano por leishmaniose visceral, doença transmitida pelo mosquito palha. O caso ocorreu no dia 17 de abril. [Leia mais...]

Feira de Santana registra segunda morte por leishmaniose visceral do ano

Foto: Reprodução/ TV Bahia

Por: Tayane Rodrigues no dia 27 de abril de 2018 às 21:00

Feira de Santana, cidade a 100 km de Salvador, registrou a segunda morte deste ano por leishmaniose visceral, doença transmitida pelo mosquito palha. O caso ocorreu no dia 17 de abril. A informação foi divulgada nesta semana pelo Núcleo Regional de Saúde. A primeira morte ocorreu no dia 26 de janeiro.

O paciente Estêvão da Silva Cerqueira Filho, de 40 anos, começou a sentir alguns sintomas da doença no final do ano passado, mas não procurou um médico. O estado de saúde piorou nos últimos 15 dias e ele não resistiu.

A mãe da vítima, Luiza Cerqueira, contou que o filho já não comia direito, tinha muita febre e perdeu muito peso. Por conta própria, ele fez um exame em um laboratório, cujo resultado acusou baixa de plaquetas. O rapaz foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Mangabeira, onde morreu. Os exames confirmaram que Estevão morreu de leishmaniose, que é transmitida pelo mosquito palha.

De acordo com o  Núcleo Regional de Saúde, no ano passado foram confirmados 8 casos de leishmaniose em humanos na cidade. Quatro pacientes não resistiram às complicações causadas pela doença em 2017. Neste ano, já foram notificados 12 casos suspeitos.

 

Feira de Santana registra segunda morte por leishmaniose visceral do ano - Metro 1