Bahia

Mais de 300 transexuais e travestis usarão o nome social para ir às urnas na Bahia

Pleito de 2018 é o primeiro no qual eleitores poderão ser identificados da forma como são reconhecidos

[Mais de 300 transexuais e travestis usarão o nome social para ir às urnas na Bahia]
Foto : Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Por Juliana Rodrigues no dia 18 de Setembro de 2018 ⋅ 11:40

Nas eleições de 2018, 318 eleitores da Bahia que são travestis e transsexuais vão usar o nome social no título eleitoral. Dentre eles, 122 são da capital baiana, o que corresponde a 38% do total. 

Esta é a primeira vez que transsexuais e travestis vão poder ser identificados da forma como são socialmente reconhecidos. Além da inclusão do nome social no título de eleitor, aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em março deste ano, os cidadãos terão a designação alterada no caderno de votação e no Cadastro Eleitoral. 

As solicitações de inclusão foram registradas entre os dias 3 de abril e 9 de maio. Quem perdeu o prazo pode entrar com o pedido depois das eleições deste ano, na sede do TRE-BA. 

Notícias relacionadas