Bahia

TJ-BA libera matrícula para internato médico no estado

Segundo desembargador, o governo não pode cobrar dos alunos de faculdades particulares a contrapartida para bancar insumos de quem opta pelo internato em hospital público

[TJ-BA libera matrícula para internato médico no estado]
Foto : Alexandre Galvão / Marina Hortélio

Por Clara Rellstab no dia 21 de Fevereiro de 2019 ⋅ 09:28

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) conseguiu contornar, no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), a decisão de suspender as matrículas para os estágios obrigatórios de alunos do curso de Medicina nos hospitais do estado, o chamado “internato médico”.

Segundo liminar deferida pelo desembargador Baltazar Miranda Saraiva, o governo não pode cobrar dos alunos de faculdades particulares a contrapartida para bancar insumos de quem opta pelo internato em hospital público. 

O magistrado entendeu, segundo o Bahia Notícias, que a suspensão completa do edital de internato, que criou a contrapartida para instituições particulares, poderia prejudicar cerca de 10 mil alunos baianos e os hospitais por eles atendidos. 

A faculdade privada Instituto Avançado de Ensino Superior de Barreiras (IASB), do município de Barreiras, que havia entrado com o pedido, chegou a desistir da ação no início do mês, mas não teve pedido reconhecido pela Justiça Baiana.

Notícias relacionadas

[Uefs: conversa com secretário vai definir reitor]
Bahia

Uefs: conversa com secretário vai definir reitor

Por Matheus Simoni e Alexandre Galvão no dia 20 de Maio de 2019 ⋅ 15:00 em Bahia

Também será definido o próximo desembargador, através de um nome que integra a lista tríplice do quinto constitucional para a vaga no Tribunal de Justiça da Bahia