Bahia

Rui decide cortar salário de professores das universidades estaduais em greve

Greve dos docentes das quatro universidades baianas já dura três semanas, desde o último dia 4.

[Rui decide cortar salário de professores das universidades estaduais em greve]
Foto : Ascom/ Aduneb

Por Juliana Almirante no dia 26 de Abril de 2019 ⋅ 09:50

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), decidiu cortar o salário dos professores universitários em greve. A informação foi confirmada ao Metro1 pela Secretaria de Comunicação Social (Secom).

A greve dos docentes das quatro universidades baianas já dura três semanas, desde o último dia 4.

O governo chegou a lançar uma proposta de 900 vagas de promoção aos professores, mas a categoria afirmou que as vagas já estavam represadas e cobrou a regularização da situação.  

Após o anúncio do governo, a coordenadora da Aduneb, Ana Margarete, afirmou ao Metro1 que a associação deverá recorrer à Justiça para reverter o corte salarial. "Reiteramos que continuamos aguardando o governo para negociar nossa pauta, inclusive o corte dos nosso salarios, haja visto que nossa greve é legal", disse. 

Notícias relacionadas