Bahia

Itabuna: professores desocupam sede da prefeitura, mas continuam em greve

Os professores da rede municipal de ensino da cidade de Itabuna, no sul do estado, desocuparam nesta sexta-feira (5), após quatro dias e três noites confinados no Centro Administrativo. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ Bocão News

Por Matheus Morais no dia 06 de Junho de 2015 ⋅ 09:53

Os professores da rede municipal de ensino da cidade de Itabuna, no sul do estado, desocuparam nesta sexta-feira (5), após quatro dias e três noites confinados no Centro Administrativo, o gabinete do prefeito realizando a lavagem da corrupção, entregando uma chave simbólica e um buquê de rosas como forma de “agradecimento pela estadia”.

Segundo o site Políticos do Sul do estado, após uma assembleia realizada no dia 02, a categoria, inconformada com a manutenção da proposta de reajuste salarial de 8% parcelado, resolveu ocupar a prefeitura como forma de protesto.

Todo impasse gira em torno do descumprimento do Prefeito à decisão judicial do Tribunal Regional do Trabalho – 5º Região, que, desde 2014, reconheceu o direito de reajuste linear a todos os níveis do magistério de Itabuna.
 
De acordo com a Diretora Jurídica do Sindicato SIMPI, Danielle Gomes, a decisão do TRT respaldou-se no Plano de Carreira da categoria, que propõe em seu artigo 25 que todos os benefícios conferidos aos profissionais de início da carreira devem ser estendidos aos demais níveis. “Nós não estamos agindo dentro da legalidade. O Prefeito está nos lesando justamente por descumprir uma decisão judicial. Não poderíamos ficar de braços cruzados”, afirma a sindicalista justificando os motivos da ocupação.

 

Notícias relacionadas

[Justiça concede mandado de prisão contra Iuri Sheik]
Bahia

Justiça concede mandado de prisão contra Iuri Sheik

Por Alexandre Galvão no dia 24 de Junho de 2019 ⋅ 19:57 em Bahia

Desde o ocorrido, ele sumiu da cidade. O "Sheik", que ficou conhecido por ter uma loja de roupas, bloqueou também comentários das redes sociais