Bahia

Candeias: pela sexta vez, vereador tenta atrasar processo por compra de votos

Arnaldo Araújo responde ação desde 2016

[Candeias: pela sexta vez, vereador tenta atrasar processo por compra de votos]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 03 de Junho de 2019 ⋅ 18:08

Em mais uma tentativa de protelar seu julgamento, a defesa do vereador Arnaldo Araújo (PSDB), conhecido como Arnaldo "do Ponto Econômico", pediu mais uma vez para ouvir uma testemunha que se encontra fora da Bahia, possivelmente no Rio Grande do Sul. A ação já passou pelas mãos de pelo menos três juízes. O mais recente magistrado, Leonardo Bruno Rodrigues do Carmo, da 127ª Zona Eleitoral em Candeias, expediu uma segunda convocação para ouvir a testemunha. Isto já havia sido feito oito meses atrás, mas ele não obteve resposta. 

Esta testemunha é considerada pela defesa como essencial ao caso, que começou em dezembro de 2016. Arnaldo Araújo também já apresentou seis atestados médicos para não comparecer a audiência, o que atrasa o processo.

Arnaldo, o vereador mais votado de Candeias, é acusado de ter dado R$ 100 a vários eleitores para conseguir votos. O vereador também foi acusado de ameaçar com uma arma de fogo, no ano passado, o filho e um subsecretário do município.

Notícias relacionadas