Bahia

Cerca de 12 mil eleitores podem ter títulos cancelados no estado

Moradores das cidades de Utinga e Bonito têm até fevereiro de 2020 para fazer a biometria e regularizar situação

[Cerca de 12 mil eleitores podem ter títulos cancelados no estado]
Foto : Fotos Públicas

Por Juliana Rodrigues no dia 15 de Outubro de 2019 ⋅ 12:00

Cerca de 12 mil eleitores dos municípios baianos de Utinga e Bonito, na Chapada Diamantina, podem ter seus títulos cancelados se não fizerem o recadastramento biométrico. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral, nas duas cidades, o prazo para a biometria é 18 de fevereiro de 2020.

Em Utinga, 42% dos eleitores precisam regularizar a situação. Já em Bonito, o percentual é de 55%. O eleitor que tiver o título cancelado ficará impedido de emitir passaporte, tomar posse em cargo público ou renovar matrícula em instituições de ensino.

Os serviços da Justiça Eleitoral podem ser agendados pelo site Agendamento TRE, por telefone (0800 071 6505) ou whatsapp (71 3373-7223). É necessário apresentar documento oficial de identificação com foto, comprovante de residência atual e o título de eleitor (se o tiver).

Notícias relacionadas