Bahia

Óleo nas praias: Fundação Baía Viva acompanha balneabilidade de Ilha dos Frades

Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe, por enquanto, não perderá selo Bandeira Azul

[Óleo nas praias: Fundação Baía Viva acompanha balneabilidade de Ilha dos Frades]
Foto : Reprodução/Google Street View

Por Lara Curcino no dia 18 de Outubro de 2019 ⋅ 21:30

Duas praias baianas podem perder, ao menos temporariamente, o selo Bandeira Azul devido à presença de petróleo. Guarajuba, em Camaçari, e Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe, na Ilha dos Frades, correm o risco de não possuir mais a certificação de balneabilidade. 

A Bandeira Azul é um atestado internacional de que a praia é apropriada para o banho, tenha segurança apropriada e qualidade socioambiental, entre outros, e é reconhecido pela Foundation for Environmental Education (FEE), representado no Brasil pelo Instituto Ambientes em Rede (IAR).

A bandeira segue hasteada em Ponta, que a possui desde 2015 e teve renovação oficializada no mês passado. Já Guarajuba só ganhou o selo em setembro deste ano e deve receber em novembro, quando começa a temporada estipulada pelo IAR. Se todo o óleo não for removido até lá, no entanto, é possível que a praia perca a certificação.

Em contato com o Metro1, a coordenadora de projetos da Fundação Baía Viva, Adriana Alencar, responsável por enviar os relatórios de Ponta à Bandeira Azul, informou que a praia de Ponta está sendo monitorada diariamente e, até o momento, a qualidade da água para banho não foi afetada e a condecoração não demonstrou intenção de destituir selo da localidade.

“O óleo ainda não chegou a Ponta, mas não tive nenhuma informação de como será caso o material realmente alcance a praia. A balneabilidade da água tem dado normal. Quanto à Bandeira Azul, o que eles pedem é que eu mantenha o relatório frequente e eles iriam esperar o que o Inema, o Ibama e o Ministério do Meio Ambiente pronunciassem para tomar uma decisão”, disse ela.  

Notícias relacionadas