Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia

Pesquisadores da Ufba encontram óleo em aparelhos digestivos e respiratórios de peixes e mariscos

Estudo analisou 38 animais recolhidos de locais como Praia do Forte, Itacimirim e Guarajuba; todos eles apresentaram óleo no corpo

[Pesquisadores da Ufba encontram óleo em aparelhos digestivos e respiratórios de peixes e mariscos]
Foto : Reprodução/TV Bahia

Por Metro1 no dia 25 de Outubro de 2019 ⋅ 11:00

Pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (Ufba) encontraram vestígios do óleo que atinge o litoral do Nordeste do país nos aparelhos digestivos e respiratórios de peixes e mariscos recolhidos em locais atingidos pela substância. Os animais estavam nas localidades de Praia do Forte, Itacimirim e Guarajuba.

Os dados foram divulgados ontem (24) pelo professor e pesquisador Francisco Kelmo, diretor do Instituto de Biologia (Ibio) da Ufba, que está à frente do estudo. Ao portal G1, o professor contou que 38 animais, incluindo moluscos e crustáceos, foram recolhidos para a pesquisa, no último final de semana. Todos eles apresentaram óleo no corpo. Outros 12 animais capturados na mesma região ainda estão sob análise.

Embora ainda não seja possível dizer se a carga de óleo é contaminada, os pesquisadores orientam a população a não se alimentar com animais de áreas afetadas pela substância, por precaução.

"A gente recomenda à população que evite o consumo de peixes e mariscos vindos, especialmente, das praias que sofreram o impacto pelo óleo. Siri, caranguejo, camarão, polvo, mexilhões, ostras, todos esses animais analisados aqui no instituto e nós detectamos a presença de óleo no interior do corpo desses animais. Nós encontramos peixes também, peixes que continham resíduos de óleo no seu sistema respiratório", disse Kelmo.

Notícias relacionadas