Bahia

Prefeita de Wanderley é suspeita de contratar irregularmente empresa do marido

Caso motivou uma ação popular; secretário da Administração disse que a prefeitura não vai se manifestar sobre o assunto

[Prefeita de Wanderley é suspeita de contratar irregularmente empresa do marido]
Foto : Reprodução / Google Street View

Por Adelia Felix no dia 13 de Novembro de 2019 ⋅ 15:24

Prefeita de Wanderley, cidade localizada no Extremo Oeste Baiano, Fernanda Sá Teles (PP) é suspeita de contratar sem licitação a empresa do marido, o médico Everton Paulynele, que presta serviços na Casa Municipal de Saúde desde 2017. O caso motivou uma ação popular. Agora, a gestora pode responder por improbidade administrativa.

Segundo a denúncia recebida pelo Metro1, estima-se que mais de R$ 460 mil foram gastos do Fundo Municipal de Saúde (FMS). A reportagem tentou acessar informações sobre a contratação no site da prefeitura, mas não estavam disponibilizadas.

Além da irregularidade no modelo de contratação, o médico que é clínico geral teria sido contratado para realizar exames de cardiologia e ultrassonografia, mesmo sem residência médica necessária.

Na ação popular foram reunidas supostas provas que apontam a não comprovação dos serviços. Os documentos que atestam os pagamentos são notas fiscais desacompanhadas de relatórios de atividade ou controle de frequência das atividades do médico. 

Outro lado
Em contato com secretário da Administração, José Fernando de Freitas, a reportagem foi informada que a prefeitura não vai se manifestar sobre o assunto.
 

Notícias relacionadas