Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia

Rui diz que obras do VLT e do metrô devem gerar 10 mil empregos

Chefe do Executivo estadual ainda aponta que deve entregar uma estação do sistema metroviário no Campo Grande até 2022

[Rui diz que obras do VLT e do metrô devem gerar 10 mil empregos]
Foto : Matheus Simoni/Metropress

Por Matheus Simoni no dia 25 de Novembro de 2019 ⋅ 08:31

O governador Rui Costa (PT) apontou que as obras de construção do VLT e do novo tramo do metrô de Salvador devem gerar cerca de 10 mil empregos durante o período que serão instalados os novos equipamentos na capital baiana. Segundo o petista, a licitação será assinada em dezembro. Ele ainda cobrou uma colaboração da prefeitura para uma liberação rápida dos alvarás.

"Vamos dar a ordem de serviço tanto do VLT e do Metrô na semana que vem. Gostaria de anunciar isso para os trabalhadores da construção civil que vai ter emprego. Espero que o alvará saia rápido para gerar emprego para as pessoas e que não tenhamos aquela demora da época do metrô. Todo mundo quer que as pessoas trabalhem, independente da posição política", disse Rui, em entrevista à Rádio Metrópole hoje (25), no Jornal da Bahia no Ar. 

A obra do VLT será iniciada a obra no Subúrbio, enquanto que o metrô terá novos 5km de Pirajá até Aguas Claras e Cajazeiras. Serão duas novas estações, uma na Brasilgás e outra na entrada de Águas Claras. "Juntas obras vão gerar mais de 10 mil empregos na construção civil. Importantíssimo para Salvador, Candeias e Simões Filhos, além da região", disse Rui.

O governador também avaliou que há uma possibilidade de entregar a estação do metrô no Campo Grande até 2022, ano em que será concluído o segundo mandato do petista no cargo. "Já estamos estudando a parte de geologia, estudo detalhado da qualidade de rocha, fluxo de água, porque o metrô será todo subterrâneo até a Barra. Quero deixar pelo menos até a estação do Campo Grande até a conclusão do meu mandato", declarou.

Notícias relacionadas