Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia

Suspeito de matar ex-namorada a tiros em Cachoeira tem prisão preventiva decretada

Alexandre Passos Silva Góes é acusado de matar Elitânia de Souza da Hora, de 25 anos

[Suspeito de matar ex-namorada a tiros em Cachoeira tem prisão preventiva decretada]
Foto : Reprodução / TV Bahia

Por Juliana Rodrigues no dia 29 de Novembro de 2019 ⋅ 08:20

O homem suspeito de matar a estudante de Serviço Social Elitânia de Souza da Hora, de 25 anos, na quarta-feira (27), teve a prisão preventiva decretada pela Justiça ontem (28). O caso aconteceu na cidade de Cachoeira, no recôncavo baiano. A informação foi divulgada pelo delegado titular do município, João Mateus, que investiga o caso. Agora, Alexandre Passos Silva Góes, ex-namorado da vítima, é considerado foragido.

Elitânia foi assassinada na noite de quarta, quando saía da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). A jovem tinha uma medida protetiva que impedia a aproximação do suspeito. Segundo a advogada da família da vítima, o ex-namorado dela é filho de um juiz baiano.

O corpo de Elitânia foi velado ontem, na casa da mãe dela, que fica na Guaíba, zona rural de Cachoeira. Já o sepultamento aconteceu por volta das 17h, no cemitério localizado no bairro Morumbi, em Cachoeira, com a presença de dezenas de amigos e familiares.

Após o crime, a UFRB decretou luto de três dias e suspendeu as aulas de ontem no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL).

Notícias relacionadas