Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia

Corpo de baiano que morreu em Paraisópolis chega à BA; MP investiga caso

Mãe pegou empréstimo de R$ 5 mil para pagar transporte

[Corpo de baiano que morreu em Paraisópolis chega à BA; MP investiga caso]
Foto : Reprodução / Arquivo Pessoal

Por Metro1 no dia 04 de Dezembro de 2019 ⋅ 06:40

O corpo de Mateus dos Santos Costa, que tinha 23 anos, e está entre os nove mortos após um tumulto em uma ação da Polícia Militar na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, foi transferido para a Bahia na tarde desta terça-feira (3). Ele era baiano e há cinco anos deixou a cidade de Maracás, no sudoeste do estado, para morar em São Paulo. 

Segundo o G1, a mãe da vítima pegou um empréstimo de R$ 5 mil em um banco para pagar o transporte do corpo, de avião. Uma das irmãs de Mateus, Fabiana Santos, disse que o avião com o corpo do jovem pousou no aeroporto de Ilhéus, que fica 258 km de Maracás, e de lá o percurso será concluído no carro da funerária contratada pela família. O corpo do jovem será velado na casa da mãe dele até a tarde desta quarta-feira (4). O sepultamento será realizado às 16h, no Cemitério Municipal de Maracás.

O Ministério Público de São Paulo está investigando como homicídio as nove mortes ocorridas no domingo (1º) em um baile funk na favela de Paraisópolis. Os nove jovens, com idades entre 14 e 23 anos, teriam morrido pisoteados após uma intervenção da Polícia Militar no local. Familiares das vítimas e participantes do baile, no entanto, contestam essa versão.

Notícias relacionadas