Bahia

Desembargadora do TJ-BA suspende concurso da Polícia Militar da Bahia

A suspensão, no entanto, será válida apenas após a realização das provas objetivas e discursivas já designadas até o julgamento final do mérito. Ou seja, as provas estão mantidas

[Desembargadora do TJ-BA suspende concurso da Polícia Militar da Bahia]
Foto : Divulgação

Por João Brandão no dia 17 de Janeiro de 2020 ⋅ 18:31

A desembargadora Dinalva Gomes Laranjeira Pimentel, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), suspendeu o concurso da Polícia Militar da Bahia após a realização das provas objetivas e discursivas. Conforme a decisão está suspenso o concurso para admissão no Curso de Formação de Soldado, no dia 19 de janeiro, e para Seleção de candidatos ao Estágio de Adaptação no Posto de 1º Tenente do Quadro de Oficiais de Saúde da Polícia Militar/Médico e do Quadro de Oficiais de Saúde da Polícia Militar/Odontólogo, no dia 26 de janeiro.

A suspensão, no entanto, será válida apenas após a realização das provas objetivas e discursivas já designadas até o julgamento final do mérito. Ou seja, as provas estão mantidas.

Segundo a decisão, "já designados os dias de realização das provas objetivas e discursivas, de evidente proximidade, com os custos inerentes à preparação dos exames e estrutura de aplicação, é precipitado suspender a primeira fase do certame, ainda que existam riscos de eventual anulação de todo o concurso, acaso se entenda pela necessidade de retificação do edital e impossibilidade de fazê-lo com aproveitamento das etapas executadas".

De acordo com o edital, o concurso é composto por três etapas iniciais, sendo elas: provas objetivas, discursiva e de títulos. Os dois primeiros exames vão ser realizados no dia 26 de janeiro de 2020, na cidade de Salvador, e no período da manhã, com cinco horas no total.

A prova objetiva conta com 80 questões, sendo 50 de Conhecimentos Gerais (Português, Legislação e Igualdade de Gênero) e 30 Específicos.

Notícias relacionadas