Bahia

Uso de máscara passa a ser obrigatório no Ceasa e Mercados do Estado

Os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços foram orientados a atender somente ao cliente que esteja devidamente protegido com o uso de máscara

[Uso de máscara passa a ser obrigatório no Ceasa e Mercados do Estado]
Foto : Ascom/SDE

Por Kamille Martinho no dia 04 de Maio de 2020 ⋅ 17:40

A partir do dia 7 de maio, passa a vigorar a obrigatoriedade do uso da máscara de proteção nas dependências do Centro de Abastecimento do Estado (Ceasa) e Mercados do Estado - Rio Vermelho, Paripe, Ogunjá e 7 Portas, conforme Lei Estadual 14.261, de 29 de abril de 2020. A medida, assim como as anteriores, tem o intuito de conter a disseminação do Covid-19.

“Depois deste prazo será proibido a entrada sem máscara. A regra é válida sem exceções para clientes, permissionários, funcionários e fornecedores”, afirma o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

A regra vale para todas as pessoas em circulação externa, inclusive em deslocamento nos veículos. Os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços foram orientados a atender somente ao cliente que esteja devidamente protegido com o uso de máscara.

Notícias relacionadas