Bahia

Badaró lamenta erro em liberação e troca de corpos com Covid-19 do Hospital Espanhol

Caso aconteceu na última segunda-feira (1º), quando a família de Arlete Santos, de 44 anos, que morreu de Covid-19, iniciou a procura do corpo

[Badaró lamenta erro em liberação e troca de corpos com Covid-19 do Hospital Espanhol]
Foto : Paula Fróes/GOVBA

Por Metro1 no dia 03 de Junho de 2020 ⋅ 08:16

O médico infectologista Roberto Badaró lamentou a troca de corpos ocorrida na última semana de duas vítimas da Covid-19 que estavam internadas no Hospital Espanhol. Em entrevista a Mário Kertész hoje (3), durante o Jornal da Metrópole no Ar da Rádio Metrópole, acompanhado do assessor jurídico e professor universitário Fernando Daltro Júnior, ele explicou que o erro pode ter ocorrido em um período específico. "Houve este erro que, no meu entender, não foi na hora do reconhecimento, pode ter sido no intervalo entre esse período e a entrega do corpo à funerária, que retira da geladeira e nesse momento ocorreu a troca, provavelmente", comentou Badaró. 

De acordo com Fernando Daltro, a medida deve ser esclarecida pela gestão do Espanhol. "É um momento muito difícil, extremamente delicado. Nós, a partir dessa conversa, montamos um protocolo simplificado de reconhecimento de entrega, com assinatura inclusive da família em documento", declarou. 

"Uma situação absolutamente inusitada, lamentável, um acaso que, do plano jurídico, exige do condutor e gestor do hospital uma energia e esforço para que seja imediatamente entregue o corpo correto da família e, com isso, dirimir qualquer situação mais delicada", finalizou Daltro. 

O caso aconteceu na segunda-feira (1º), quando a família de Arlete Santos, de 44 anos, que morreu de Covid-19, iniciou a procura do corpo, que provavelmente foi enterrado por engano. Quando o paciente morre vítima de coronavírus, o hospital autoriza que apenas um familiar, devidamente paramentado com os equipamentos de proteção, realize a identificação do corpo. A suspeita é que o corpo de Arlete tenha sido liberado para outra família, que já teria realizado o enterro em um cemitério de Lauro de Freitas. 

Notícias relacionadas