Bahia

Procurador-Geral de Feira de Santana é exonerado após denúncia de assédio sexual

Acusação contra Ícaro Ivvin de Almeida Costa Lima foi feita no mês de abril por uma funcionária da prefeitura

[Procurador-Geral de Feira de Santana é exonerado após denúncia de assédio sexual]
Foto : Carlos Augusto Jads

Por Metro1 no dia 24 de Junho de 2020 ⋅ 13:20

Após uma denúncia de assédio sexual, o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, exonerou o advogado Ícaro Ivvin de Almeida Costa Lima do cargo de Procurador-Geral do Município. O decreto de exoneração foi publicado na manhã de hoje (24), no Diário Oficial do Município, cinco dias após a conclusão da sindicância aberta para apurar o caso.

A denúncia foi feita no dia 14 de abril por uma funcionária da secretaria de  Desenvolvimento Social de Feira de Santana, pasta que Ícaro chefiava interinamente. No dia seguinte, ela registrou queixa na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Feira de Santana. Na ocasião, a funcionária informou que trabalhava no local há menos de uma semana.

A delegada Edileuza Sueli, responsável pela investigação do caso, informou ao site Acorda Cidade que a vítima relatou que o secretário tinha o hábito de pedir que ela fizesse hora extra. A mulher teria relatado ainda que, no dia do assédio, os dois ficaram sozinhos na sala e ele tentou beijá-la à força, tentando levantar sua blusa em seguida. No dia seguinte, a mulher prestou queixa.

Em resposta às acusações, Ícaro Ivvin disse ao jornal Correio que a denúncia era falsa e tinha um "cunho político muito forte". Ele relatou ter sido atacado por ter assumido de forma interina a secretaria.

Notícias relacionadas