Bahia

Veículos apreendidos com traficantes vão a leilão amanhã; veja como participar

Ação é realizada pela Polícia Civil da Bahia em conjunto com o Ministério da Justiça

[Veículos apreendidos com traficantes vão a leilão amanhã; veja como participar]
Foto : Alberto Maraux / SSP-BA

Por Metro1 no dia 05 de Agosto de 2020 ⋅ 12:00

A Polícia Civil realizará amanhã (6) o primeiro leilão de bens apreendidos com traficantes de drogas. Na primeira edição, seis veículos serão colocados à venda. A iniciativa é realizada em parceria com o Ministério da Justiça, através da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad).

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP-BA), as delegadas Andréa Ribeiro, Tatiany Cardoso e Fabiana Pinheiro, integrantes de uma comissão criada em maio deste ano, analisam os itens encontrados com os criminosos. Após liberação da Justiça, eles ficam aptos para serem vendidos.

"Os responsáveis pelos inquéritos, comprovando que o bem foi comprado através da venda de entorpecentes ou utilizado para ações ilícitas, solicitam a alienação antecipada via judiciário", explicou a delegada Andréa Ribeiro, integrante da comissão e titular da Coordenação de Narcóticos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).
A delegada acrescentou que os valores arrecadados entrarão em uma conta gerida pela Senad e depois serão investidos no combate ao tráfico nos estados. "Importante destacar que, além dos recursos, essa medida esvaziará as nossas unidades. Muitos bens apreendidos chegam a ficar anos ocupando espaço em Delegacias", completou.

Nesta primeira edição, os veículos modelos Onix, Cobalt, Celta, Corsa, Punto e Crossfox, apreendidos em Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Paulo Afonso, nos anos de 2017, 2018 e 2019, serão colocados à venda. Os interessados poderão dar lances, após se inscreverem no site.

"Temos outros bens aguardando decisão judicial. Esperamos o mais rápido possível vendê-los e usar esses recursos em capacitações e novos equipamentos", destacou a delegada Andréa Ribeiro.

Notícias relacionadas