Bahia

Justiça eleitoral de Ilhéus proíbe realização de comícios, passeatas e caminhadas no município

Determinação foi expedida após sequência de atos em que candidatos desrespeitaram normas sanitárias

[Justiça eleitoral de Ilhéus proíbe realização de comícios, passeatas e caminhadas no município ]
Foto : Divulgação/Prefeitura de Ilhéus

Por Geovana Oliveira no dia 27 de Outubro de 2020 ⋅ 16:00

A juíza da 25ª zona eleitoral, Raquel Ramires François, proibiu eventos políticos que resultem em aglomerações em Ilhéus, como a realização de comícios, passeatas e caminhadas. O descumprimento pode resultar em detenção de três meses a um ano e pagamento de 10 a 20 dias de multa.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), a decisão foi tomada após candidatos e coligações desrespeitarem as normas sanitárias relacionadas à pandemia da Covid-19, em uma série de eventos de campanha eleitoral. 

Além de Ilhéus, neste mês de outubro juízes eleitorais proibiram esses eventos nos municípios de Itabuna, Camacan, Santa Luzia, Mascote e Pau Brasil - todas no sul da Bahia -, e em Santo Antônio de Jesus, no recôncavo baiano.

A Bahia já registrou 345.949 casos da Covid-19 desde o início da pandemia. Dentre os municípios baianos, Ilhéus é o sexto com mais casos confirmados (7.126), de acordo com dados da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). 

Notícias relacionadas