Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

ACM Neto afirma que Bolsonaro não tem apoio atual do DEM

Presidente do partido afirmou que só cogitará apoio à reeleição do presidente em 2022 caso ele governe com mais equilíbrio nos próximos anos

[ACM Neto afirma que Bolsonaro não tem apoio atual do DEM]
Foto : Max Haack/Secom/PMS

Por Adele Robichez no dia 30 de Novembro de 2020 ⋅ 10:20

O prefeito de Salvador e presidente do DEM, ACM Neto, está avaliando se apoiará novamente o atual presidente da República Jair Bolsonaro nas próximas eleições presidenciais, que acontecerão em 2022. De acordo com ele, a decisão será feita a partir da observação de como ele guiará seu governo a partir de agora. "O partido caminhará numa linha de buscar uma candidatura de bom senso, de equilíbrio, de construção nacional", declara em entrevista ao jornal O Globo.

Neto afirma que o Bolsonaro "dos extremos" não tem o apoio do partido por enquanto, mas, por não saber a condução que ele dará ao governo nos próximos anos, não acha que a primeira metade do mandato seja suficiente para uma decisão final. "Vai que ele surpreende e dá uma guinada no governo dele, buscando o equilíbrio, buscando o bom-senso, o diálogo e deixando de lado essas questões de extremos. Não estaria fechado a conversar com ele se essa fosse uma linha possível", diz.

Para o presidente do DEM, o que mais implica na desaprovação atual do governo Bolsonaro é o seu "negacionismo em relação à pandemia" e distanciamento de políticas de sustentabilidade, já que, de acordo com ele, o partido é "favorável à preservação do meio ambiente". Por outro lado, afirma que há pontos que os aproximam, como "os relacionados à agenda econômica", conta.

Notícias relacionadas