Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Fila de espera para Bolsa Família chega a um milhão

Analistas do governo acreditam que situação seja agravada após redução do auxílio emergencial

[Fila de espera para Bolsa Família chega a um milhão]
Foto : Jefferson Rudy/Agência Senado

Por Adele Robichez no dia 04 de Dezembro de 2020 ⋅ 07:39

Os cadastros para entrar no Bolsa Família chegaram a quase um milhão. São 999.673 pessoas que atendem os requisitos na fila de espera, segundo dados divulgados pela Folha de S. Paulo. De acordo com análises de técnicos do governo, esse número tende a aumentar após a redução no valor do auxílio emergencial.

A situação é a mesma que foi registrada no final do ano passado, quando o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) deixou um milhão de famílias à espera da assistência social, ao fazer cortes da cobertura e congelar o ingresso ao programa.

Com a justificativa de atender mais pessoas com o auxílio emergencial, o Ministério da Cidadania havia suspendido a análise dos requerimentos para acesso ao Bolsa Família. O valor do auxílio criado pelo governo era de R$600 por pessoa, mas no final de setembro, foi reduzido pela metade, ou seja, a R$ 300.

O orçamento do Bolsa Família será maior em 2021. O programa aumentou R$ 2,4 bilhões deste ano para o ano que vem, ficando com R$ 34,9 bilhões, valor suficiente para atender 15,2 milhões de famílias brasileiras.

Atualmente, são atendidas 14,28 milhões de pessoas. Com um milhão a mais, que se encontra na fila de espera atualmente, o número já chega ao máximo que o valor previsto poderá atender.

Notícias relacionadas