Domingo, 26 de setembro de 2021

Brasil

Ministro da Saúde ironiza 'ansiedade e angústia' por vacinação contra a Covid-19

Pazuello comentou que 'não haverá nenhuma diferença' entre as vacinas que serão utilizadas no país

Ministro da Saúde ironiza 'ansiedade e angústia' por vacinação contra a Covid-19

Foto: Tony Winston/MS

Por: Matheus Simoni no dia 16 de dezembro de 2020 às 11:42

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ironizou a alta procura pela vacinação contra o coronavírus durante o lançamento plano nacional de imunização, anunciado hoje (16). Ele afirmou que todas as vacinas produzidas no Brasil terão prioridade no Sistema Único de Saúde (SUS). "Vamos levantar a cabeça. Acreditem. O povo brasileiro tem capacidade de ter o maior sistema único de saúde do mundo, de ter o maior programa nacional de imunização do mundo, nós somos os maiores fabricantes de vacinas da América Latina. Pra que essa ansiedade, essa angústia? Somos referência na américa latina e estamos trabalhando", afirmou.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, mais de 182 mil pessoas morreram por conta da Covid-19. Pazuello se solidarizou com as famílias das vítimas da pandemia e disse que "os números são duros".

Segundo o ministro, "não haverá nenhuma diferença" no tratamento das vacinas que serão ministradas no país. "Todas as vacinas produzidas no Brasil, ou pelo Butantan ou pela Fiocruz, por qualquer indústria, ela terá prioridade do SUS. E isso tá pacificado. Isso tá discutido", declarou. 

Ministro da Saúde ironiza 'ansiedade e angústia' por vacinação contra a Covid-19 - Metro 1