Segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Brasil

Eficácia de 100% da Coronavac em casos graves ainda não tem 'significância estatística', diz diretor do Butantan

Instituto informou que a vacina contra a Covid-19 tem a eficácia geral de 50,38%

Eficácia de 100% da Coronavac em casos graves ainda não tem 'significância estatística', diz diretor do Butantan

Foto: Divulgação/Governo de SP

Por: Geovana Oliveira no dia 12 de janeiro de 2021 às 14:52

O diretor médico de pesquisa do Instituto Butantan, responsável pelos testes da vacina Coronavac, afirmou que o resultado de 100% de eficácia do imunizante contra casos graves da Covid-19 não é "estatisticamente significativo" e ainda precisa de acompanhamento. A declaração foi feita hoje (12) durante a entrevista coletiva para divulgar dados do estudo. 

As informações divulgadas pelo Instituto nesta terça não reportam nenhum caso grave da Covid no grupo que recebeu a vacina em comparação com o grupo que recebeu placebo. No entanto, estatisticamente, isso não atribui ao imunizante a proteção de 100% dos casos graves do coronavírus, uma vez que para ter significância estatística, é preciso ter um sinal claro de que os casos foram impedidos pelo efeito do imunizante, e não do acaso.

O Butantan informou que a vacina, desenvolvida no país em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, tem a eficácia geral de 50,38% contra a Covid-19. O dado foi informado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no pedido de registro emergencial da vacina, e está acima dos 50% requeridos universalmente para considerar um imunizante viável. (Leia mais)

Eficácia de 100% da Coronavac em casos graves ainda não tem 'significância estatística', diz diretor do Butantan - Metro 1