Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Amazonas precisa transferir 60 bebês prematuros para outros estados do país

Profissionais temem que falte oxigênio para atender os recém-nascidos

[Amazonas precisa transferir 60 bebês prematuros para outros estados do país ]
Foto : Divulgação/Susam

Por Geovana Oliveira no dia 15 de Janeiro de 2021 ⋅ 14:30

Por causa do colapso no sistema de saúde, o Amazonas precisa transferir 60 recém-nascidos prematuros que estão em Manaus para leitos de internação neonatal de outros estados do país. 

De acordo com a CNN, o pedido para que governadores chequem se há leitos disponíveis para receber os bebês foi feito na manhã de hoje (15).

Até o momento, o Maranhão vai conseguir receber de cinco a dez bebês, apesar de a logística para viabilizar a transferência ainda não ter sido definida. Os outros estados ainda verificam quantos prematuros conseguiriam receber.

Os hospitais de Manaus atingiram um ponto crítico ontem (14) devido ao aumento expressivo de casos da Covid-19 no Amazonas. Os profissionais de saúde precisam tratar pacientes da doença em meio a relatos de grave falta de oxigênio e equipes desesperadas. 

Notícias relacionadas