Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Enem: Após acusação de racismo, Inep muda gabarito de questões

Gabarito de duas questões foi alterado depois de repercussão nas redes sociais

[Enem: Após acusação de racismo, Inep muda gabarito de questões ]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Gabriel Amorim no dia 28 de Janeiro de 2021 ⋅ 16:07

O gabarito do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), foi alterado para corrigir dois erros. As questões apontavam como corretas alternativas que foram acusadas de cunho racista. O documento contendo as respostas certas das provas aplicadas nos últimos dois domingos foi divulgado ontem (27) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelas provas.

As questões que tiveram a respostas corrigidas discutiam questẽos ligadas ao racismo. Na primeira, que questionava razão para mulheres negras não alisarem os cabelos, tinha como alternativa correta a opção que dizia  que mulher negra que não quer alisar seu cabelo tem argumentos "imaturos". Depois da correção a questão passou a ser respondida com a alternativa que ligava o não alisamento a uma atitude de resistência. O item fazia parte da prova de inglês.

Já a segunda questão modificada questionava buscas feitas no Google. Segundo o texto de apoio da questão, ao digitar nomes comuns entre negros dos EUA, a chance de os anúncios automáticos oferecerem checagem de antecedentes criminais pode aumentar 25%. A pergunta questionava o que a relação demonstrava sobre a sociedade. A resposta apontada como certa inicialmente justificava a relação como uma questão de linguagem. Depois da repercussão a resposta foi alterada para ‘preconceito’.

Em nota, o Inep justificou a mudança para corrigir erro técnico. "A autarquia verificou que uma modificação feita no gabarito após o retorno das provas para o Inep não foi salva no banco de dados. Em função disso, a área técnica providenciou uma revisão no material e o instituto já disponibilizou as versões corrigidas no seu portal", afirma o órgão.

Notícias relacionadas